Instagram proíbe imagens que possam encorajar o suicídio ou a automutilação

Notícias, reviews e dicas sobre tecnologia, smartphones, gadgets, android, iOS, informática, apps, xiaomi, apple, windows, filmes e muito mais.

Instagram proíbe imagens que possam encorajar o suicídio ou a automutilação

Instagram proíbe imagens que possam encorajar o suicídio ou a automutilação


O Instagram anuncia a atualização da sua lista de conteúdos proibidos na sua plataforma. Os novos conteúdos proíbidos são imagens que podem encorajar o suicídio ou a automutilação, adicionando desenhos e outros conteúdos fictícios.

"Não permitiremos mais representações fictícias de automutilação ou suicídio no Instagram, como desenhos, filmes ou conteúdo de quadrinhos", disse Adam Mosseri, chefe do Instagram. "Também removeremos imagens que não mostrem (diretamente) danos pessoais ou suicídio, mas que se relacionem com os materiais ou métodos associados a ele", acrescentou.

A decisão de proibir tais imagens foi tomada quando o pai de uma jovem britânica, Molly Russell, que cometeu suicídio em 2017 aos 14 anos, acusou o Instagram de ter uma responsabilidade nessa tragédia. Segundo o pai, a adolescente tinha consultado muitos conteúdos relacionados ao suicídio ou à automutilação na rede social. Adam Mosseri tinha declarado que ficou muito "perturbado" com esta morte.

"A trágica realidade é que alguns jovens são negativamente influenciados pelo que vêem online e, portanto, correm o risco de sofrer lesões. Este é um risco real", disse Adam Mosseri.

O Instagram indicou que, dentro de três meses após a alteração da política, o serviço "reduziu a visibilidade ou adicionou telas de sensibilidade" para mais de 834.000 itens de conteúdo.


Anterior
« Prev Post
Seguinte
Next Post »